Cerca de apenas 4% das companhias consultadas, diz a pesquisa, apostam todas as suas fichas nesta plataforma, enquanto a grande maioria faz uso muito moderado.

Ao mesmo tempo, 20% das empresas se recusam a fazer qualquer uso.

Clique aqui para acessar o resultado completo desta pesquisa!

O estudo também constatou que 74,8% das empresas utilizam software livre há mais de três anos. E apenas 0.8% pretendem adotar o software livre a médio ou longo prazo.

Esse percentual inexpressivo de adoção no futuro confirma a freada na adoção do software livre, apontam os pesquisadores.

Nas estações de trabalho, a fatia da empresas que decidiram não utilizar software livre é de 37,1%, mais que o triplo das empresas que optaram por não utilizar o software livre nos servidores.

Segundo a avaliação da pesquisa os 6% que planejam adotar o software no futuro são insuficientes para tornar o uso em estações de trabalho mais próximo da realidade observada nos servidores.

Clique aqui para acessar o resultado completo desta pesquisa!

Entre os entrevistados, 92% afirmaram que a utilização do software livre se dá em servidores ou mainframes, equipamentos centralizados e de uso exclusivo dos profissionais de TI da empresa. Apenas 26% citaram a utilização no ambiente desktop, majoritariamente destinado a usuários finais.

Focando na utilização do software livre nos servidores, identificou-se que o principal uso está em servidores web (64.4%).

Uma das maiores queixas sobre a não adoção do software livre é a ausência de aplicativos dos quais as empresas necessitam, diz o documento.

Dentre os benefícios do uso, encontram-se: redução dos custos de TI (59.1%); diminuição de problemas com vírus (42.4%); melhoria da performance dos sistemas (41.7%); aumento da disponibilidade dos sistemas, sem interrupções (41.7%).

A pesquisa apontou que 50% das empresas entrevistadas possuem no máximo 10% do total de sua equipe formado por profissionais de TI especializados em software livre.

No outro extremo, 19.7% das empresas possuem mais de 75% da equipe composta por profissionais de software livre.

A pesquisa, que foi realizada em agosto de 2011, contou com 132 participantes, de 127 empresas brasileiras.

Clique aqui para acessar o resultado completo desta pesquisa!