A questão inicial proposta pretendeu avaliar há quanto tempo o termo “cloud computing” passou a fazer parte da gíria técnica dos profissionais de TI.

Os resultados obtidos indicam que mais da metade dos profissionais já estão familiarizados com o termo “cloud computing” há mais de dois anos. Entretanto, ainda existe uma pequena parcela de profissionais para os quais até o termo ainda se constitui numa novidade.

A questão seguinte visou avaliar a imagem que a tecnologia de “cloud computing” possui juntos aos profissionais de TI:

A imensa maioria dos profissionais consultados são da opinião que a Computação em Nuvem representa um novo modelo tecnológico, com o qual conviverão por muito tempo. Menos de 7% dos profissionais consideram que se trata de uma moda passageira, a ser substituída em breve por outras “modas”.

A seção inicial sobre o nível de conhecimento a respeito de “Cloud Computing” foi encerrada com duas questões avaliando a familiaridade dos profissionais de TI com dois dos serviços mais disseminados dentre os vários disponíveis no ambiente de “Cloud Computing”: o fornecimento de serviços de infra-estrutura e de aplicativos como serviços.

Quando questionados a respeito da sua familiaridade com o termo “Infra-estrutura como Serviço”, os profissionais de TI opinaram assim:

As respostas revelam que 44% dos profissionais estão envolvidos com o uso deste serviço regularmente.

Em relação ao termo “Software como Serviço”, as respostas se distribuíram de forma relativamente semelhante, mas o percentual de profissionais que utilizam este serviço regularmente sobe para 53% (em comparação com a infra-estrutura como serviço).

Nível de Uso do “Cloud Computing” pelas empresas

Nesta seção avaliamos o uso efetivo, pelas empresas, de algumas das ofertas englobadas pelo “Cloud Computing”. No caso das empresas usarem algumas das ofertas, também avaliamos os custos incorridos.

Uso de Armazenamento como Serviço

Nesta questão analisamos o uso de Armazenamento como Serviço (isto é, storage que existe fisicamente em um local remoto, fora da empresa), obtivemos resultados que comprovam que 32% das empresas fazem uso deste serviço.

Ao questionar sobre os custos envolvidos no armazenamento como serviço, obtivemos estes resultados:

Os resultados revelam uma preferência por fornecedores gratuitos e/ou de baixo custo (totalizando 59% das respostas).

Uso de Software Aplicativo como Serviço

Ao analisarmos o uso de Software como Serviço (isto é, aplicativos que as empresas acessam pela Web e estão hospedados em um local remoto, fora da empresa) , obtivemos os resultados da figura acima, que revela que 44,5% das empresas já fazem uso deste tipo de serviço.

Ao questionar sobre os custos envolvidos, entretanto, verifica-se que 73% das empresas optam por soluções gratuitas ou de baixo custo:

Uso de Informação como Serviço

Ao analisarmos o uso de Informação como Serviço (isto é, informação hospedada remotamente, que entra nas empresas por meio de uma interface bem definida, como p.ex. uma API) , verificamos que está em uso em 41% das empresas.

Ao questionar sobre os custos envolvidos, mais uma vez verificamos uma ampla preferência por soluções gratuitas ou de baixo custo (71% das empresas).

Outros tipos de Serviços consumidos na nuvem

Concluindo a seção de uso dos recursos/serviços ofertados na nuvem, avaliamos quais outros desses recursos já estão implementados nas empresas. Os resultados obtidos indicam que Banco de Dados como Serviço, Plataforma como Serviço e Testes de Software como Serviço já estão em uso em 20 a 30% das empresas.

Serviços do “Cloud Computing” em avaliação pelas empresas

Finalmente, avaliamos quais destes recursos ou serviços da nuvem serão avaliados pelas empresas nos próximos doze meses, como forma de entender o ritmo de crescimento esperado para estes serviços.

Os resultados revelam que a maior expansão das ofertas de serviços na nuvem será concentrada no fornecimento de serviços de segurança. Empatados em segundo lugar seguem o fornecimentos de serviços de teste de software e de bancos de dados. Como os serviços de banco de dados já têm um nível de uso importante, acreditamos que eles se convertirão no líder dos serviços na nuvem nos próximos 12 a 24 meses.

Conclusões

Os resultados da pesquisa revelam que a maioria dos profissionais já tem alguma familiaridade com os conceitos de “cloud computing”.

Alguns dos principais serviços propostos na forma de “cloud computing”, como , já estão em uso numa parcela significativa das empresas (entre um terço e metade).

Entretanto, uma maioria significativa (entre dois terços e três quartos) das empresas optam por serviços gratuitos e/ou de baixo custo.

Só o tempo permitirá saber se este tipo de uso de baixo custo representa uma etapa de experimentação/aprendizado, que levará as empresas a perceber o valor destas soluções, ou se de fato as empresas dispostas a contratar fornecedores de primeira linha é limitado a um pequeno grupo.