Segundo o estudo, 20,9% das empresas declararam usar os serviços de cloud computing, dos quais 6,5% estão testando nuvens privadas. Já 28,1% dos entrevistados informaram que estudam adotar a tecnologia. Segundo a pesquisa 1,3% disse que já ter fornecedor de computação em nuvem que não atendeu às suas expectativas.

Para 17% dos pesquisados, a cloud computing é “muito mais segura” ou pelo menos “um pouco mais segura” do que a TI processada internamente. Mas, para 40,5% a segurança é maior se for uma nuvem privada.

Entre os aplicativos que estão em fase de migração para a nuvem, a liderança é do ERP (17,9% em servidores externos compartilhados em um provedor e 9,9% em servidores dedicados em um data center), seguido por recursos humanos (servidores externos com 17% e dedicados a um data center 10,1%) e CRM (da mesma forma, 15,6% e 9,4%).

A pesquisa avaliou ainda o conhecimento dos entrevistados quanto às camadas da computação em nuvem, software como serviço (SaaS), infraestrutura como serviço (IaaS) e plataforma como serviço (PaaS), destacando-se a maior familiaridade com o primeiro (40,2%). IaaS e PaaS tiveram índices de familiaridade de 34,6% e 26,9%.

Pela mostra, a conexão com a Internet é liderada pela fibra óptica nas empresas, com fatia de 41,8%, seguida por conexão dedicada/linha privada (14,4%) e ADSL (13,7%), entre outras tecnologias.

Notícia republicada a partir de 
http://computerworld.uol.com.br/tecnologia/2011/09/15/cloud-49-das-empresas-no-brasil-usam-ou-estudam-adotar-modelo