Estudo: TI estrangeira contrata no Brasil

Uma pesquisa encomendada pela Impacta Tecnologia à MBI aponta expansão no interesse de empresas estrangeiras pela contratação de profissionais brasileiros de TI. Segundo o estudo, de 2003 a 2009 subiu de 23% para 53% o número de pessoas que conhecem algum executivo nacional hoje atuante fora do país.

No ranking de países para onde vão os profissionais, os Estados Unidos lideram, com 50% das contratações. Em seguida vêm o Canadá, com 18%, e a Espanha, com 12%.

A pesquisa também revela que 17% das 100 empresas entrevistadas estimam que os profissionais “exportados” retornarão em até três anos. Já outros 17% crêem que o retorno leve até 10 anos.  

Entre os brasileiros contratados para trabalharem no exterior, 26% foram procurados por headhunters ou empresas de recrutamento no Brasil, enquanto 21% foram abordados pelas companhias no exterior. Do total de contratados no estrangeiro, somente 20% enviaram currículo com interesse de trabalhar em outro país.

Por que sair?

Considerando o que leva as pessoas a quererem trabalhar fora do país, foram avaliados os seguintes fatores: possibilidade de ganhos maiores, realização de estudos, conhecimento de outras culturas e segurança pública.

Dentro destes fatores, a pesquisa avaliou o grau de importância de cada um. Da lista, a busca por maior remuneração aparece no topo, com 64% dos votos. Em seguida vem a oportunidade de crescimento, com 58%.

Atração

Com relação à forma mais utilizada pelas empresas para recrutar profissionais de TI no Brasil, 64% das companhias preferem contratar pessoas indicadas por colegas de trabalho.

Os sites especializados em currículos aparecem como segunda opção, com 49%.

Conteúdo republicado a partir de http://www.baguete.com.br/noticiasDetalhes.php?id=34217