Estados Unidos são o principal destino dos profissionais de TI brasileiros

SÃO PAULO - De 2003 a 2009, subiu de 23% para 53% o número de pessoas que conhecem algum profissional de TI que foi trabalhar no exterior.

O estudo foi realizado pela MBI, a pedido da Impacta Tecnologia, que realizou 100 entrevistas em 100 empresas de médio e grande porte.

O principal destino dos profissionais de TI fora do Brasil são os Estados Unidos (50%). Em segundo lugar está o Canadá (18%), seguido da Espanha (12%).

Entre os profissionais que foram trabalhar no exterior, 26% foram procurados por headhunters ou empresas de recrutamento, 21% foram contatados por empresas no exterior e 20% enviaram currículo para companhias fora do Brasil.

Considerando notas de zero a dez, na pesquisa de 2009 a busca por uma remuneração maior aparece no topo da lista de motivação para a ida ao exterior, com 64% de votos, enquanto a oportunidade de crescimento está em segundo lugar, com 58%.

A pesquisa revela também que aumentou a quantidade de pessoas que descartam a hipótese de trabalhar no exterior, de 3% para 11%.

Dos profissionais entrevistados, 87% nunca trabalharam no exterior. Dos 13% que já tiveram alguma experiência em outros países, a maior parte retornou ao Brasil porque não tiveram seus contratos renovados.

Conteúdo republicado a partir de 
http://info.abril.com.br/corporate/noticias/brasil-exporta-mao-de-obra-de-ti-22042009-1.shtml