Serpro recebe prêmio "As 100+ Inovadoras"

O Serviço Federal de Processamento de Dados - Serpro recebeu, na terça-feira, dia 27, o prêmio “As 100+ Inovadoras”, um estudo realizado pela revista Information Week Brasil, que está em sua 5ª. edição e tem por objetivo montar um raio-x abrangente do uso de tecnologias pelas corporações.

Foi num clima de integração e, ao mesmo tempo, de suspense - criado intencionalmente pela apresentação prévia das três finalistas por setor - que a organização anunciou o Serpro como a empresa mais inovadora na categoria "Governo".

Os outros dois finalistas foram o Banco Central e os Correios. "Concorremos na categoria com duas instituições que apresentam um alto grau de uso em tecnologia", observou o superintendente de soluções tecnológicas da Unidade de Alinhamento Estratégico do Serpro, Gustavo Loyola, que foi o representante do Serpro no evento. "O que nos engrandece não é só o montante de investimento da empresa neste segmento, mas também a adoção efetiva da tecnologia de forma antecipada em comparação às demais organizações", completou.

Um exemplo recente dessa prática é o Projeto Passaporte, que contempla a inclusão de dados biométricos do portador, informações que estarão num banco de dados para facilitar as consultas em postos de fronteira. Vale ressaltar que o método adotado pela MBI, empresa responsável pela avaliação das organizações participantes nesta edição, foi baseado na relação entre o montante de dinheiro disponível para investimento e a adoção da tecnologia.

Gustavo Loyola recebeu o troféu agradecendo à Information Week pela iniciativa do prêmio. Ele, também, ressaltou que a premiação tem um grande valor para o Serpro porque, como empresa do setor de Governo, "temos o grande desafio que é trabalharmos na equação orçamento x prestação de serviços x inovação".

No ranking das 100+, o Serpro é a 13ª empresa mais inovadora. A vencedora é a Brasil Telecom, também premiada na categoria "Telecomunicações".

Conteúdo republicado a partir de http://www.serpro.gov.br/noticias-antigas/noticias-2005-1/20050929_02