Pesquisa revela uso de BDs e sistemas operacionais

Um trabalho da MBI mostra que o Windows NT e Windows 2000 estão presentes em 68,1% e 62,2% das companhias nacionais, enquanto o SQL Server está em 62,8% das empresas e o Oracle em 42,9%.

Um trabalho da MBI, empresa nacional que realiza pesquisas de mercado na área de Tecnologia da Informação (TI), mapeou o uso de sistemas operacionais e bancos de dados entre as companhias nacionais. Baseado em informações colhidas junto a 725 empresas, o estudo, que foi concluído no final de 2002, encontrou um total de 2.518 sistemas operacionais em uso, o que corresponde a uma média de 3,5 sistemas operacionais por companhia.

Como já era de se esperar, a Microsoft domina inteiramente este mercado. Os sistemas operacionais para usuários finais Windows 98 e Windows 95 foram encontrados em 70,2% e 30,1% das empresas pesquisadas, respectivamente. Já os sistemas operacionais corporativos Windows NT e Windows 2000 estão presentes em 68,1% e 62,2% das companhias nacionais.

O Linux é utilizado por 27,7% das empresas, os diversos sabores de Unix de múltiplos fornecedores estão em 18,8%, o Windows XP está em 18,3% e o Windows Me em 16,8%.

Entre os sistemas que mais cresceram estão o Windows 98, que na edição de 2001 da pesquisa estava em 58,6% das empresas pesquisadas; o Windows 2000, que estava em 31,4%; e o Linux, que estava em 23,7%.

Na parte de banco de dados, a MBI encontrou o SQL Server da Microsoft em 62,8% das empresas; Oracle em 42,9%; Access em 24,8%; Progress em 7,6% e o DB2 da IBM em 7,3%.

Os bancos de dados que mais cresceram em relação à edição de 2001 da pesquisa foram o Oracle, que estava em 32,1% das empresas; o SQL Server, que estava em 52,5%; o Access, que estava em 9,3%; e o DB2, que estava em 4,5%.

Conteúdo republicado a partir de
http://computerworld.uol.com.br//negocios/2003/05/27/idgnoticia.2006-05-15.3044090051/