O PGti - Processos e Gestão em empresas de TI, evento inédito em Belo Horizonte, tanto em seu formato quanto em seu conteúdo, foi composto por dois eventos focados em gestão:

- 2º Workshop de Processos e BPM

- 1º Fórum de Gestão de Empresas de TI

O evento contou com o apoio oficial do IEC PUC Minas, além de demais entidades do setor, como ABPMP, ABRH MG, FUMSOFT, PMI, SINDINFOR, SOFTEX e SOFTWARE DE MINAS e foi realizado nos dias 10 e 11 de Novembro de 2009. A promoção e organização foram de responsabilidade do WTC (World Trade Center) – Clube de Negócios de Belo Horizonte (www.wtcbh.com).

Workshop de Processos e BPM -"Maturidade dos processos e as necessidades de capacitação dos profissionais de BPM"

A visão e prática em processos nas organizações têm passado a ser uma realidade e meta de muitas empresas em busca da Excelência em Gestão e da busca por maior eficiência em sua atuação. Nesse contexto, pode-se citar prêmios tais como o Prêmio Mineiro da Qualidade e Prêmio Nacional da Qualidade, em que um dos fundamentos da excelência é a abordagem por processos.

Por outro lado, previsões do Gartner Group apontam que o mercado global de soluções de Business Process Management (BPM) movimente US$ 2,6 bilhões até 2011, graças às mudanças nas dinâmicas de negócios na Internet. Os números fazem desse segmento um dos mais prósperos dos próximos anos, com uma taxa de crescimento anual de 24%.

O Workshop de Processos e BPM em BH teve por objetivo propiciar a apresentação e discussão das últimas tendências e realizações na gestão de processos com utilização de técnicas e tecnologias de BPM, além de abrir espaço para apresentar a visão e opinião de vários profissionais gestores de processos e especialistas em um debate sobre BPM.

Criado a partir da demanda percebida dentro do curso de especialização em Gestão Estratégica de Processos de Negócio, a primeira edição do Workshop de Processos e BPM teve um grande apoio do IEC-PUC Minas, que cedeu o auditório nos 2 dias de evento. Nessa primeira edição compareceram mais de 120 profissionais, sendo que destes, 82% eram da iniciativa privada e 18% eram do setor governamental.

Em função do sucesso obtido em 2008, em que houve um excelente retorno dos participantes, foi estruturada a segunda edição do evento em 2009. Voltado para profissionais que trabalham em atividades de gestão de processos e também para empresas dos setores público e privado que queiram se atualizar em relação às técnicas e tecnologias de BPM, o 2º Workshop de Processos e BPM apresentou ao todo 10 palestras sobre diversos aspectos de BPM durante a tarde e noite do dia 10 de novembro.

Como destaque, pode-se citar a vinda de José Davi Furlan, Sérgio Mylius e Maurício Bitencourt, membros da diretoria da ABPMP-Brasil, e que apresentaram não somente a segunda edição já em português do corpo de conhecimento do profissional de processos de negócio, denominado BPM CBOK, mas também participaram de um painel especial de debates sobre Maturidade dos processos e as necessidades de capacitação dos profissionais de BPM e fizeram palestras de assuntos diversos ligados a BPM, tais como outsourcing em processos e o modelo BPMN de maturidade de processos.

Como destaque internacional, tivemos a participação de Michélle Booysen, diretora da TenStep SDO da África do Sul, relatando diretamente de sua cidade, em uma palestra via teleconferência, com tradução simultânea, um case de sucesso mundial que ilustrou como a tecnologia pode impactar a estratégia empresarial.

Outro destaque do evento foi o lançamento oficial da Revista Eletrônica Gestão Estratégica de Processos de Negócio, que nasce também da especialização de mesmo nome do IEC-PUC Minas. Essa revista traz o objetivo de divulgar artigos de cunho científico e cases práticos, tendo foco em de Gestão de Processos e BPM. Essa iniciativa pioneira em Minas Gerais conta com um corpo editorial multidisciplinar formado principalmente pelos professores da especialização. A revista é aberta ao público em geral, tanto para submissão de artigos quanto para acesso aos artigos.

Fórum de Gestão de empresas de TI - PGti

De um modo geral, quando se fala em eventos na área de TI, a primeira impressão que nos vem é a discussão de temas relacionados ao estado da arte da tecnlogia, a aplicação de melhores técnicas e, outros assuntos, relacionados à utilização e aplicação da tecnologia propriamente dita.

Claro que em empresas de base tecnológica, os assuntos relacionados diretamente ao uso de TI pulsam no coração da empresa. Mas, independentemente das especificidades de seu segmento de negócio, ainda assim são empresas, e devem ser geridas como tal. Dessa forma, essas organizações necessitam, além de sua forte base de conhecimento técnico, de conhecimentos relacionados à gestão empresarial. E esses conhecimentos são necessários em suas diversas óticas, ou seja, marketing e vendas, jurídica, financeira, administrativa e recursos humanos de um modo geral.

Vários estudos de mercado mostram que conhecimento tecnológico raramente é uma barreira ao sucesso de empresas no segmento de TI. Por outro lado, a falta de conhecimento ou experiência em aspectos relacionados à gestão empresarial, contribui fortemente para a falta de sustentabilidade dessas mesmas empresas no mercado.

O Fórum de Gestão de empresas de TI - PGti surgiu a partir dessa necessidade, sendo um evento voltado especificamente para empresários e gestores de empresas de TI.

Especialistas do Brasil e do exterior, nas áreas de Marketing e Vendas, Assessoria Jurídica, Fontes de Financiamento, Exportação de Serviços, Fusões e Aquisições, Publicidade e Propaganda, Pesquisa de Mercado e Gestão de Processos, apresentaram sua visão e experiências focadas em empresas médias e pequenas, no segmento de TI.

Entidades governamentais de apoio à indústria de software, como Softex e Fumsoft, também estiveram representadas no evento apresentando informações de como as empresas do setor podem se beneficiar dos incentivos estruturais e financeiros existentes.

Em um único dia foi possível compartilhar experiências, refletir sobre questões chaves e adquirir uma gama de conhecimentos, aplicados e específicos para a área, que em outros eventos ou formas de aprendizado, necessitariam de um investimento de tempo consideravelmente maior.

Encontrando Agulhas no Palheiro

A MBI participou do evento com a apresentação da palestra "Encontrando Agulhas no Palheiro", descrevendo técnicas para encontrar clientes, tanto por meio de pesquisas de mercado como por meio do uso da Internet:

Clique aqui para fazer o download da apresentação da MBI em formato .pdf (23 slides, 6,36 Mb)

Você pode ouvir a palestra agora:

Ou pode clicar aqui para fazer o download da apresentação da MBI em formato .mp3 (52':24", 47,9 Mb)

Debate final: "Como integrar todas as áreas de gestão em decisões de alto valor agregado para a empresa"

A MBI também participou do debate de encerramento do evento, que teve por objetivo conciliar as diretrizes das várias áreas de uma empresa, maior desafio para a tomada de decisão. Escute aqui a opinião de especialistas em gestão para o setor de TI, que opinaram sobre como algumas dessas questões podem ser encaminhadas de forma efetiva para sua empresa, incluindo as perspectivas para 2010:

Se preferir, clique aqui para fazer o download do debate em formato .mp3 (54':57", 62,8 Mb)

Este debate contou com a participação de Ezequiel de Melo Campos Netto (Melo Campos Advogados Associados), John Wen (JP Wen & Associates), Leonardo Figueiró (WTC BH), Roberto Mayer (MBI), Thiago Maia (Vetta Group) e Welington Santos (Fumsoft). A moderação do debate ficou a cargo de Wilson Caldeira (Caldeira Marketing).